A Jamaica reconhece oficialmente a Palestina como um Estado Soberano.

Kamina Johnson Smith, Ministra dos Negócios Estrangeiros e do Comércio Externo da Jamaica, declarou num comunicado de imprensa que “a Jamaica continua a defender a solução de dois Estados como a única opção viável para resolver o conflito de longa data (entre Israel e a Palestina)”.

Smith observou que, na sequência do Conselho de Ministros de ontem, foi decidido reconhecer oficialmente a Palestina como um Estado.

O Estado da Palestina está grato pelo apoio esmagador do CS aos princípios básicos de humanidade, moralidade e legalidade; pela autodeterminação do povo palestiniano; e para a adesão do Estado da Palestina à ONU.

Hoje é o dia internacional dos Presos Políticos Palestinianos

يوم الاسير الفلسطيني

O nosso povo palestiniano, em casa e na diáspora, comemora o Dia do Prisioneiro de guerra Palestiniano no dia 17 de abril de cada ano, depois que o Conselho Nacional Palestiniano adotou este dia em 1974 como um dia nacional para a liberdade dos prisioneiros de guerra , e para unir esforços e atividades para apoiá-los e apoiar o seu direito legítimo à liberdade.

Desde essa data, o Dia do Prisioneiro foi e continua a ser um dia imortal que o povo palestiniano comemora anualmente em todos os seus locais de presença no país e na diáspora, através de múltiplos meios e formas. Para lembrar ao mundo inteiro os prisioneiros de guerra palestinianos e os tipos mais horríveis de tortura, violações e abusos a que estão expostos diariamente nas prisões de ocupação, que excederam e ultrapassaram todas as normas e convenções internacionais e humanitárias, nomeadamente a “Quarta Convenção de Genebra”, os princípios dos direitos humanos e a “lei básica do Tribunal Penal Internacional”.